Direito do Consumidor

COMO SABER SE DEVO ACEITAR O ACORDO COM COMPANHIAS AÉREAS

hands-1063442_1920

Há muitas dúvidas sobre Acordos, principalmente se é aconselhável ser realizado e qual seria um acordo considerado aceitável. Essas dúvidas e outras vou procurar solucionar para vocês neste post.

O QUE ANALISAR ANTES DE DECIDIR PELO ACORDO

Primeira análise: Agilidade para receber o valor da indenização.

O principal motivo para o acordo ser firmado é o tempo em que o Autor está disposto a aguardar para receber o valor da indenização por danos materiais e morais, pois há casos em que o interesse em receber esse valor é imediato e casos em que o Autor não pressa.

Como já visto aqui no blog, um processo de danos em desfavor de companhias aéreas varia em torno de 04 meses a mais ou menos 3 anos de espera.

O acordo, quando firmado, estabelece um prazo de no máximo 30 (trinta) dias para o depósito do valor estabelecido entre as partes na conta do Autor.

Segunda análise: Quanto foi meu dano material total?

Para averiguar se o acordo oferecido está estipulado dentro de um preço justo, é necessário obter ciência de quanto foi gasto com despesas materiais, como alimentação, hospedagem, transporte, dano com a bagagem, entre outros

Deste modo, pautado com a informação do seu prejuízo total e obtendo a ciência que esse deverá ser inteiramente ressarcido no acordo e consciente que além do dano material há o dano moral, o Autor consegue estipular o mínimo aceitável para o seu caso.

Importante ressaltar que já foi pauta deste blog os valores fixados em danos morais em juízo nos casos em desfavor de companhias aéreas.

Sendo assim, utilizando como base essas informações, é considerado um bom acordo em casos simples e sem muito abalo o valor dos danos materiais do seu caso + a partir de R$ 2.000,00 (dois mil reais) de danos morais. Lembrando que em juízo você poderia receber um valor bem superior ao acordado, porém você “abre mão” com a intenção de receber o valor estipulado em dinheiro naquele momento.

Outra opção de acordo é por meio de milhas ou passagens aéreas que algumas companhias oferecem, as quais, dependendo do perfil do Autor, vale ainda mais a pena do que o valor em espécie. 

Importante ressaltar que não são todas as companhias que optam por esse método e não são todos os processos que são objeto para proposta de acordo.

Em minha opinião e vivência, se houver uma boa proposta por parte da companhia aérea, a melhor alternativa é o acordo e se você possui interesse em saber como é realizado o trâmite para o firmamento do acordo, clique aqui para averiguar no blog que já contamos como ocorre.

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s