Direito do Consumidor

CORONAVÍRUS: TENHO VIAGEM MARCADA, E AGORA?

virus-1812092_1920

Se você já havia marcado alguma viagem para dentro ou fora do país nesse mês e nos próximos, calma e paciência.

Como é sabido, o setor de turismo está sendo muito afetado e não estão preparados para toda a demanda de cancelamentos e adiamentos demandados pelos consumidores, sendo assim, o que deve ser feito?

Primeiro, se sua viagem não é para esse mês de março, aguarde e não superlote os meios de atendimentos das companhias aéreas e sites.

SOBRE AS COMPANHIAS AÉREAS

A LATAM está atendendo somente casos em que o voo está marcado para até 48h (quarenta e oito horas) e informa quais os procedimentos em seu site, já AZUL aumentou esse prazo para até 05 (cinco) dias e também informa seus procedimentos em seu site. A GOL disponibilizou pelo seu site e app formas de gerenciar o voo, cancelando ou alterando sua passagem (sem prazo). Quando se trata de smiles (compra por milhas),  somente central de atendimento.

o site da maximilhas está atualizando diariamente o procedimento que cada companhia aérea está adotando, clique aqui para verificar essas informações.

Importante ressaltar que se a passagem aérea ou pacote de viagens foi efetuada por meio de agência de turismo, é recomendável que faça a tratativa por meio desta e não diretamente com a companhia aérea.

SOBRE OS SITES DE HOSPEDAGENS E PACOTE DE VIAGENS

O site DECOLAR.com pede para que seus consumidores lesionados peçam o cancelamento ou adiamento apenas para as viagens marcadas nos próximos 3 dias e que efetue por meio digital através de seu site.

O site HOTEIS.com requer que seja remarcada ou cancelada as reservas que estão marcadas em até 07 (sete) dias, também de forma online pelo seu site ou central de atendimento.

O BOOKING por sua vez, está efetuando cancelamentos e adiamentos somente pela central de ajuda e pede compreensão nesse momento, pois a demanda está muito grande e a resposta não será tão rápida, por esse motivo, o booking informa que os consumidores podem entrar diretamente em contato com a hospedagem reservada e averiguar quais providências são possíveis no momento.

SOBRE OS DIREITOS DO CONSUMIDOR

Os direitos do consumidor permanecem os mesmos, porém com tamanha demanda e sem as empresas possuírem caixa suficiente para estornar os valores, medidas foram adotadas pelo governo que hoje em pronunciamento informou que recomenda altamente que os consumidores adiem a sua viagem e não cancelem e que as companhias aéreas façam esse adiamento sem taxas e valores excedentes.

Além disso, também informou que será flexibilizado o prazo para o estorno do valor, caso seja essa a opção escolhida pelo consumidor que teve seu voo cancelado.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s